Evangelização e Entretenimento para Jovens Cristãos e Não Cristãos.

Oficial de prisão libera quatro cristãos depois que Jesus o visita em sonho.


Dois líderes e dois novos cristãos no Oriente Médio que foram enviados para a prisão por sua fé receberam o favor de um oficial da cadeia que Jesus visitou quatro vezes em um sonho.

Os dois líderes estariam dando lições bíblicas aos dois novos crentes quando a polícia entrou em seu quarto e os espancou antes de tomá-los sob custódia.

Os novos cristãos tinham começado a freqüentar a igreja subterrânea apenas seis meses antes da prisão. Os líderes estavam trabalhando com Bíblias para o Oriente Médio, um ministério que opera no Oriente Médio, Ásia e África, entregando Bíblias, evangelizando as igrejas perdidas e plantadas.

Bíblias para Mideast ajudou a estabelecer 176 igrejas subterrâneas, 103 das quais estão no Oriente Médio. Estas igrejas foram entregues à igreja recém-formada chamada Assembléia de Deus Amoroso.

Os dois líderes e os dois novos cristão foram acusados ​​de “blasfêmia do profeta” e “desviando os muçulmanos em uma religião falsa”. Eles foram considerados culpados em um tribunal da sharia.

Quando eles foram enviados para a prisão, eles foram novamente brutalmente espancados por dois dias enquanto suas mãos estavam amarradas a uma barra de aço e suas costas estavam inclinadas para a frente. Os carcereiros lhes davam apenas um pedaço de pão local chamado kuboos todos os dias. A experiência foi agonizante.

Um dos Líderes disse que nenhum deles pensou que eles ainda saíam da prisão vivos e que já estavam antecipando uma sentença de morte. No entanto, embora eles foram torturados, eles encontraram conforto em lembrar o que Jesus passou e eles começaram a confessar: “O sangue de Jesus é a nossa vitória!”

Desconhecido para eles, Deus já estava se movendo nos bastidores. No terceiro dia de prisão, os quatro cristãos foram visitados por um alto oficial da cadeia. Ele os tratou bem e ordenou ao carcereiro que desatasse as mãos e lhes desse boa comida. Depois disso, ele saiu e desapareceu em seu escritório.

Os quatro prisioneiros cristãos ficaram confusos com o tratamento amável do oficial.

“Nós pensamos, ele veio com uma decisão de terminar a nossa vida neste mundo. É por isso que nos tratar como este”, um dos líderes disse.

O oficial voltou à sua cela à noite – e surpreendeu a todos quando pediu que orassem por ele.

Como aconteceu, ele teve um sonho com Jesus na semana anterior. O Senhor visitou-o em sonho, aparecendo em glória e sentado em um trono. Uma luz brilhante o cercou, e milhões de anjos estavam à Sua vontade. Jesus levantou a mão perfurada e mostrou-a ao oficial da prisão.

O oficial voltou a ter o mesmo sonho na noite seguinte e na noite seguinte. Seus sonhos o atraíram para saber mais sobre Jesus para que ele leu sobre Ele na Internet.

Na noite seguinte, teve outro sonho. Jesus apareceu-lhe mais uma vez e disse-lhe: “Meus filhos estão sendo torturados na tua prisão, eu os deixo diante de ti, meus filhos são a menina dos meus olhos”.

Foi quando ele decidiu visitar a prisão e ver os quatro cristãos. Ficou ali três dias, passando a maior parte do tempo conversando com eles sobre Jesus. Eles compartilhavam o evangelho com ele e ele recebeu Jesus como seu Senhor e Salvador.

O oficial da prisão escreveu uma ordem para libertar os quatro cristãos. Foi inicialmente rejeitado pelo tribunal, mas foi finalmente concedido depois que ele apresentou um recurso. Assim, todos os quatro foram libertados.

O oficial convidou-os para sua “casa de campo” na prisão em cima de sua liberação, onde foram dados a boa comida. Ele então pediu que ele fosse batizado. Os dois lideres o batizaram juntamente com os dois novos cristãos.

Então ele os levou para o carro e os levou de volta para suas casas. Ele os encorajou a continuar seu trabalho para Deus e advertiu-os a terem cuidado.

Os quatro crentes agradeceram àqueles que oraram por eles.

“Agradecemos aos que estavam jejuando e orando por nós”, disse um dos pastores. “Nosso Senhor Jesus Cristo é digno de ser louvado, toda glória e honra para sempre e sempre!”

FONTE: gospel herald. 

Compartilhe:

Artigos Relacionados: