Evangelização e Entretenimento para Jovens Cristãos e Não Cristãos.

CURIOSIDADE: Se Jesus não tinha pecado, Por que Ele foi Batizado?

Cristãos sendo batizados no Jordão.

O ministério de Jesus começa quando ele é batizado por João. A história é contada em Mateus 3: 13-17 e em Lucas 3: 21-22.

Mas por que Jesus foi batizado? Tradicionalmente, as igrejas consideram como um sinal de lavagem dos pecados, de acordo com Atos 22:16, onde Ananias diz a Paulo: “Levante-se, seja batizado e lave seus pecados”. Nas igrejas que praticam o batismo do crente, o simbolismo é particularmente poderoso: o candidato desce na água e está totalmente imerso em um vivo testemunho de fé.

Mas o batismo de João foi um batismo de arrependimento, como Paulo diz em Atos 19: 4 – então, por que Jesus, que estava sem pecado e não tinha motivo para se arrepender, acreditava que era necessário ser batizado?

Há uma alusão à pergunta, pelo menos, no relato de Mateus, que diz: “Mas João tentou detê-lo, dizendo:” Eu preciso ser batizado por você, e você vem para mim? ” Jesus respondeu: “Seja assim agora, é apropriado que façamos isso para cumprir toda a justiça”. Então João concordou.

A resposta, porém, ainda não é muito clara. O que significa “cumprir toda justiça”?

Provavelmente há duas respostas. O primeiro  é que o batismo não é apenas um testemunho pessoal, já que muitas igrejas evangélicas tendem a essa expressão. Isso marca o momento em que alguém se torna parte de uma nova comunidade, a Igreja. Somos batizados na comunhão dos crentes. No seu sentido pleno que não pode acontecer sem fé. Então, quando Jesus foi batizado, ele inaugurou essa nova comunidade e convidou outros a seguir seus passos.

Mas o segundo é um motivo menos teológico.  É um momento de compromisso profundamente solene. É um novo começo. É um momento para receber graça e força para uma viagem ao desconhecido. É realizado antes de uma comunidade de crentes orando.

Jesus estava começando um ministério que o levaria à cruz e à ressurreição. Ele deveria dizer a seus discípulos que eles também teriam que enfrentar suas próprias cruzes. Tudo decorre deste momento.

Os cristãos devem ser batizados porque Jesus o ordena. Mas também é um tempo para os crentes serem desafiados sobre a vida do discipulado que está diante deles e se apossar da promessa de Jesus de estar sempre conosco.

Quando Martinho Lutero, o grande Reformador, estava em grande turbulência espiritual e acreditava que ele estava sob ataque demoníaco, ele gritava: “Eu sou batizado!”

E para aqueles cujo batismo ocorreu há anos – talvez na infância – é um ponto de referência que nos garante que sempre somos mantidos nas mãos de Deus.

FONTE: christiantoday.

 

Compartilhe:

Artigos Relacionados: